• Pay per Laugh Campanha

Campanhas Vencedoras: Pay Per Laugh

As melhores campanhas de publicidade, marketing e comunicação merecem ser documentadas e revistas, porque nos ensinam e inspiram. Esta semana revemos a campanha “Pay Per Laugh” que conquistou o Grand Prix do Festival Eurobest 2014 na categoria de Inovação e o Gold Mobile no Festival Cannes Lions 2014.

Briefing

O Teatreneu é uma companhia de teatro independente de Barcelona que viveu um momento de declínio de audiências alarmante devido à situação económica do país e ao aumento de impostos nas artes performativas. Após descobrir que os velhos métodos de venda de bilhetes tinham perdido eficácia, concluiu que a única forma de construir audiências e de aumentar o preço médio dos bilhetes passava por uma nova fórmula.

Solução Criativa

Sistema Pay per Laugh espectáculos

Sistema de reconhecimento facial que controla o número de risos por espectador

E foi assim que nasceu o Pay Per Laugh (Pagar Por Cada Riso): a primeira companhia de teatro onde só se paga pelos risos que o espectáculo provoca. Para concretizar a ideia, a agência instalou software de reconhecimento facial em cada cadeira do recinto para detectar e contar cada sorriso.

Em vez de pagar antes de entrar numa comédia sem a garantia de que ela faria o espectador rir, o pagamento passou a ser efectuado no final do espectáculo sendo que cada riso custaria 0,30 cêntimos. Foi a melhor solução encontrada para levar as pessoas ao teatro, evitando a ansiedade envolvida em torno da tomada de decisão numa época em que as pessoas não podem suportar despesas para lá das essenciais.

O sistema de reconhecimento facial que detecta sorrisos propõe aos espectadores que a “Entrada é grátis. Se o espectáculo não o fizer rir, nada paga. Mas se rir, tem de pagar por cada riso”. Cada sorriso produzido vale 0,30€ e para que ninguém chore por ter rido demais, o valor máximo a pagar era o de 80 risadas por 24€.

Resultados

Mobile App Pay per LaughO preço médio do bilhete era de 6€ por performances tradicionais. Este sistema recebeu a cobertura dos media nacionais principais, o que gerou mais publicidade e, como resultado, a audiência aumentou em 35%. Cada performance Pay Per Laugh arrecadou 7,200€, mais 2,800€ do que a companhia perfazia antes da campanha.  O sistema foi replicado noutros teatros do país. Uma app móvel foi criada para ser usada como um sistema de pagamento noutros teatros independentes e o primeiro pagamento por número de risos e não de performances foi lançado com sucesso.

A Glassworks recebeu 8 Lions no Festival Internacional de Criatividade de Cannes pelo projecto “Pay Per Laugh”. A empresa recebeu um Gold Lion na categoria Augmented Mobile e um Silver Lion Line Events.

O software foi desenvolvido com um FaceTracker que conta as expressões faciais, listando-as e gerando dados estatísticos sobre o número de sorrisos detectados. De cada vez que reconhece um sorriso, o iPad tira uma fotografia e envia-a para um servidor PPL, criando e monitorizando as estatísticas.

Monitor "Pay per Laugh"

Monitor “Pay per Laugh” onde se pode visualizar o número de risos por lugar no teatro e respectivo preço do bilhete

Cliente: Teatreneu
Agência: The Cyranos McCann, Espanha
Categoria: Inovação (Eurobest); Mobile (Cannes)
Campanha: Pay Per Laugh

Gostou deste artigo? Se tiver alguma sugestão ou comentário, utilize a ferramenta de comentários desta página. Caso ainda não seja subscritor da newsletter da Markedu, pode fazê-lo aqui.

Consulte a lista dos próximos eventos realizados pela Markedu e veja se algum dos nossos webinars, workshops ou masterclasses aborda este tema

Partilhe o artigo com os seus amigos e colegas nas redes sociais

By | 2016-12-14T16:39:40+00:00 Outubro 30th, 2015|Campanhas e Case Studies de Marketing e Publicidade|

About the Author:

Como jornalista especializou-se em TI e Gestão, tendo escrito em diversas publicações desde o ano 2000. Foi correspondente do JN e da TSF em Paris.

Leave A Comment