• Glossário ilustrado dos termos tipográficos

Glossário ilustrado dos termos tipográficos que deve conhecer

O mundo da tipografia parece ter uma linguagem muito própria, cheio de serifas, séries e nomes distintos para elementos decorativos.

Navegar em todos os seus termos pode ser confuso, por isso Janie Kliever e a Canva compilaram um glossário virtual que nós adaptámos parcialmente para português, mantendo as imagens com os termos em inglês, com a finalidade de o ajudar a compreender o jargão tipográfico.

Independentemente de ser designer, um entusiasta em tipografia ou trabalhar nas áreas do marketing, comunicação e publicidade, é importante conhecer os elementos principais das fontes e as suas funcionalidades, para o ajudar a escolher a fonte mais eficaz para os seus projectos.

Anatomia da Tipografia

Para receber a newsletter da Markedu, que inclui alertas para eventos, clique aqui.

O Básico: Categorias de Fontes & Estilos

01. Typeface / Fonte / Corpo Tipográfico:

1 Termo Tipográfico

Nos dias da impressão com peças de metal e das máquinas de impressão, fontes e corpos tipográficos eram termos com significados distintos.

O corpo tipográfico correspondia ao design específico das letras, como a Times New Roman ou a Baskerville, enquanto a fonte se referia ao tamanho ou estilo específico do corpo tipográfico e, neste caso, podemos exemplificar com o tamanho “10 pontos, regular” ou “24 pontos, itálico”, cada uma criada como uma colecção de caracteres de metal fundido. Contudo, hoje os designers usam os termos de forma mais ou menos permutável.

A melhor definição que encontrámos e também a mais moderna e directa (cortesia da Fontshop) é a seguinte:

“Uma colecção de letras, números, pontuações e outros símbolos usados para construir a matéria de um texto (ou relacionado). Apesar da fonte e do corpo tipográfico serem utilizados de modo intercambiável, a fonte refere-se ao corpo físico, seja ele uma peça de metal ou ficheiro de computador, e o corpo tipográfico refere-se ao design. A fonte é o que usa, o corpo tipográfico é o que vê”.

02. Character / Carácter / Caractere

Caracteres

Um símbolo individual de um conjunto de caracteres que formam um corpo tipográfico. Pode tomar a forma de uma letra, número, marca de pontuação, etc.

Workshops, Marsterclasses e Webinars sobre Marketing e Branding – Clique aqui para consultar a lista dos próximos eventos Markedu.

03. Alternate Character / Glifo

3 Glifo

Variação não standardizada de um carácter, por vezes decorativa, que surge como uma opção extra ao ficheiro da fonte.

04. Serif / Serifa

4 Serifa

É a leve extensão no início e fim do traço de uma letra, desenhada em ângulo recto ou obliquamente através de um braço, haste ou cauda de uma letra. É a pequena linha que delimita a base e o topo das letras, de maior ou menor dimensão. “Serif” é também uma referência ao nome de uma categoria de corpos tipográficos desenhados com esta característica.

Para receber a newsletter da Markedu, que inclui alertas para eventos, clique aqui.

05. Sans Serif/ Sans

5 Sans Serif

Significa “sem linha (sem serifa)” e corresponde a uma categoria genérica de corpos tipográficos ou a um corpo tipográfico individual desenhado sem serifa.

06. Italic / Itálico

Italico

Versão inclinada de um corpo tipográfico, com inclinação da esquerda para a direita. Um verdadeiro itálico tem um design único, mais do que a versão ligeiramente inclinada de um itálico sobre um corpo tipográfico regular, como no exemplo desta imagem.

A Fundação: Posicionamento e Espaçamento

07. Baseline / Linha de base:

7 Baseline

Linha imaginária onde todas as letras e caracteres assentam.

Workshops, Marsterclasses e Webinars sobre Marketing e Branding – Clique aqui para consultar a lista dos próximos eventos Markedu.

08. Capline / Linha Capitular

8 Cap Line
Linha imaginária que determina o limite das letras maiúsculas e das letras minúsculas ascendentes mais altas.

09. X-Height / Altura de X

9 X Height

Altura das letras minúsculas de uma família tipográfica, independentemente das letras serem ascendentes ou descendentes. Quanto maior for a altura-x, maiores serão as letras minúsculas relativamente às maiúsculas — e menos legíveis serão os caracteres. A observação da Altura-X é importante para solucionar problemas de legibilidade.

Para receber a newsletter da Markedu, que inclui alertas para eventos, clique aqui.

10. Tracking / Espaçamento

10 Tracking

Corresponde ao espaçamento uniforme entre letras e entre palavras de uma secção de texto (frase, linha, parágrafo, página, etc.)

11. Kerning

11 Kerning
Espaço horizontal entre dois caracteres. O ajustamento do kerning cria a aparência de uniformidade e reduz o fosso do espaço em branco entre certas combinações de letras.

12. Leading / Entrelinhas

12 Leading

Espaço vertical entre linhas de texto. É distância da linha de base de uma linha tipográfica para outra

Workshops, Marsterclasses e Webinars sobre Marketing e Branding – Clique aqui para consultar a lista dos próximos eventos Markedu.

Anatomia da Letra

13. Stroke / Traço

13 Stroke

Um elemento linear que forma parte do carácter, pode ser curvo ou rectilíneo

14. Stem / Tronco

14 Tronco

É o maior traço principal da letra, seja ele vertical ou diagonal.

Para receber a newsletter da Markedu, que inclui alertas para eventos, clique aqui.

15. Arc Stem / Curvatura do Tronco

15 Arc of Stem

Traço curvo e contínuo de um tronco.

16. Foot / Base ou Pé

16 Foot

A parte do tronco que assenta na linha de base.

17. Descender / Descendente

17 Descendente

A piece of a letter that extends below the baseline.

Workshops, Marsterclasses e Webinars sobre Marketing e Branding – Clique aqui para consultar a lista dos próximos eventos Markedu.

18. Ascender / Ascendente

18 Ascendente

A parte das letras minúsculas que se prolonga acima da altura-x. Por exemplo, as ascendentes têm as letras b, d, f, h, k, l, t. A linha dos ascendentes (que define a altura máxi­ma dos ascendentes) pode ser um pouco mais baixa do que a linha de altura das maiúsculas.

19. Joint / Junção / Ligação

19 Joint

O ponto onde um traço se liga a um tronco.

Para receber a newsletter da Markedu, que inclui alertas para eventos, clique aqui.

20. Apex / Ápice

20 Apex

A ponta superior das letras onde dois traços se encontram, podem ser redondos, acentuados, plano/liso, grosseiro, etc.

21. Vertex / Vértice

21 Vertex

Ponto de um carácter onde dois traços se encontram.

22. Crotch /  Vértice em Crotch

22 Crotch

Ângulo interior onde dois traços se encontram.

Workshops, Marsterclasses e Webinars sobre Marketing e Branding – Clique aqui para consultar a lista dos próximos eventos Markedu.

23. Arm / Braço

23 Arm Braço

Traço horizontal que não se liga à extremidade de um tronco numa ou em duas pontas. A barra cruzada é um traço horizontal que intercede um dos traços principais de um caractere, mas fica livre numa das extremidades, como o F, ou em ambos os lados, como o T.

24. Leg / Perna

24 Leg

Um traço curto, descendente na forma de uma letra.

25. Shoulder / Ombro

25 Shoulder

Ombro é a área de transição nas letras de caixa-baixa (minúsculas) entre a parte curva de um traço e a parte vertical do mesmo traço. Os ombros encontram-se nas letras f, h, m, n, e u. O peso dessa área do traço determina a aparência redonda, oval ou quadrada de um corpo tipográfico.

Para receber a newsletter da Markedu, que inclui alertas para eventos, clique aqui.

26. Bar / Barra

26 Bar Crossbar
Traço horizontal que conecta dois outros traços num carácter. As duas extremidades da barra encontram-se e são unidas a um traço da haste ou traço cabelo.

27. Cross Stroke

27 Cross Stroke

Uma linha que se estende através do tronco ou da letra.

28. Bowl / Barriga / Pança

28 Bowl

Traço fechado arredondado de uma letra. Linha curva de uma letra minúscula ou maiúscula, fechada, ligada à haste vertical principal em dois locais.

Workshops, Marsterclasses e Webinars sobre Marketing e Branding – Clique aqui para consultar a lista dos próximos eventos Markedu.

29. Counter / Bojo

29 Counter

Uma área parcialmente fechada da letra, com espaço em branco. Pode delimitada por curvas, traços ou troncos. Traço redondo que encerra o miolo.

30. Aperture / Abertura

30 Aperture

Espaço negativo parcialmente fechado e de forma curva, criado por um bojo aberto.

31. Double-story

31 Double Story

Letra que contem dois bojos, por oposição à versão single-story, que só tem um bojo.

Para receber a newsletter da Markedu, que inclui alertas para eventos, clique aqui.

32. Terminal

32 Terminal

O final de qualquer traço que não inclui serifa. Pode incluir terminais arredondados ou em ponteira.

33. Swash / Caudal e Bandeira

33 Swash

Extensão decorativa ou traço numa letra. Pode fazer parte da letra devido ao design, mas também pode ser disponibilizada como um glifo adicional ou como um adereço no carácter standard. O caudal é a extensão decorativa de um braço ou cauda que dá destaque aos caracteres, particularmente em fontes caligráficas como a Bickman Script, Arcana Script e Balmoral. Os caudais podem ser torcidos ou encaracolados e são considerados acréscimos elegantes.

Alguns corpos tipográficos oferecem caracteres com caudais alternativos que podem ser usados para atrair a atenção no início de um texto. Famílias tipográficas como a Adobe Garamond Pro incluem capitulares com caudais. A bandeira é um traço parecido com o caudal que aparece em fontes caligráficas como as letras negras. Esses pequenos floreios acrescentam efeitos decorativos no final dos traços horizontais.

34. Ligature / Ligatura

34 Ligature

Quando duas ou mais letras são unidas para formar um único glifo. As ligaduras substituem dois caracteres sequenciais que compartilham componentes em comum. São parte de uma classe mais generalizada de glifos chamada “formas contextuais”, no qual o formato específico de uma letra depende do contexto, tal como letras vizinhas ou proximidade do fim da linha.

Gostou deste artigo? Se tiver alguma sugestão ou comentário, utilize a ferramenta de comentários desta página. Caso ainda não seja subscritor da newsletter da Markedu, pode fazê-lo aqui.

Consulte a lista dos próximos eventos realizados pela Markedu e veja se algum dos nossos webinars, workshops ou masterclasses aborda este tema

Partilhe o artigo com os seus amigos e colegas nas redes sociais

By |2016-12-14T16:39:46+00:00Outubro 13th, 2015|Branding, Criatividade|

About the Author:

Como jornalista especializou-se em TI e Gestão, tendo escrito em diversas publicações desde o ano 2000. Foi correspondente do JN e da TSF em Paris.

Leave A Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.