• Ray Tomlinson

Conheça a origem da arroba (@) do seu endereço de email  e o pai do email, Ray Tomlinson

O símbolo @ (arroba) foi escolhido em 1971 por Ray Tomlinson, pai do email, para endereçar uma mensagem criada por uma pessoa num computador e enviá-la a outra pessoa, alocada noutro computador, através da ARPANET, rede que antecedeu a Internet.

O sinal arroba (@), transforma um endereço de email numa frase. Indica que o receptor ou remetente corresponde ao “nome de um utilizador” situado “numa (@)” “determinada máquina” (host – computador anfitrião).

Ray Tomlinson

Com o nascimento do email, que perfaz este ano o seu 45º aniversário, o símbolo do arroba (@) deixou de ser obsoleto, ao tornar-se fundamental na forma como os humanos se comunicam através da Internet.

O ícone @, tem uma longa história. É uma antiga unidade de medida de peso, usada nas trocas comerciais de portugueses, espanhóis e italianos.

Na busca da origem do @, que o Museum of Modern Art (MoMA) incluiu na sua colecção, a revista Smithsonian escreve que o primeiro documento conhecido onde este símbolo foi aplicado, data de 1536, e surge numa carta de um mercador florentino, Francesco Lapi, para representar unidades de vinho chamadas “ânfora” que eram expedidas por via marítima em grandes jarros de barro.

> Prémios EDDM 2016  – Clique aqui para conhecer o primeiro prémio em Portugal que reconhece marcas e agências que desenvolvem campanhas de email e data driven marketing, mensuráveis e com elevado retorno

Outros Artigos:  Previsões para o Email Marketing em 2018 [Infográfico]

Ray Tomlinson

Ray Tomlinson escreveu que o primeiro email foi enviado entre as duas máquinas que se podem observar nesta fotografia. A única ligação que existia entre elas, era a ARPANET – Advanced Research Projects Agency Network

Em primeiro plano vê-se uma BBN-TENEXA (BBNA). Em 1971, os nomes de host (computador anfitreão) “.com” ou “ponto qualquer coisa” não existiam. DNS (Domain Name System) só surgiu mais tarde. A BBNA foi a máquina que recebeu o primeiro email.

Ao fundo, a BBN-TENEXB (BBNB), de onde partiu o primeiro email.

À esquerda, um terminal Teletype KSR-33, no qual foi impresso o primeiro email. E ao fundo de tudo, atrás dessa máquina, está o KSR-33 no qual o primeiro email foi escrito.

A imagem foi disponibilizada por cortesia a Ray Tomlinson, por Dan Murphy.

Workshop, Marsterclasses e Webinars sobre Marketing e Branding – Clique aqui para consultar a lista dos próximos eventos Markedu.

Numa página da sua autoria, Ray Tomlinson disse que o motivo pelo qual escolheu o símbolo “@”, era por ele “não constar em nomes. Assim, não iriam surgir ambiguidades devido a um caractere que separasse o nome de login e o do host. O investigador anotou que esta última noção é hoje refutada devido à proliferação de produtos, serviços e slogans que incorporam este símbolo.

Em 1971, quando Ray o seleccionou, os computadores não estavam interligados. Cada programador ligava-se a um computador mainframe através de uma ligação telefónica e uma máquina teletipo, que consistia essencialmente num teclado com uma impressora construída no seu interior.

Para ligar as duas máquinas, o governo americano contratou a BBN Tecnhnologies, empresa de Cambridge, no Massachusetts, onde Tomlinson trabalhava, para ajudar a criar a rede ARPANET, percursora da Internet.

“Eu procurava um símbolo que não fosse muito usado e não havia muitas opções. Podia ter usado outro símbolo, mas não fazia muito sentido” declarou Ray Tomlinson à revista do Smithsonian.

Ray Tomlinson, que trabalhou na BBN até falecer, a 6 de Março de 2016, disse na própria página que não se recorda do que escreveu no primeiro email que enviou e que não tinha por tarefa “inventar o email”, tendo um colega sugerido que “nada dissesse ao seu chefe, pois o que deveriam estar a fazer, era a investigar formas de usar a ARPANET”.

Em 2016, celebra-se o 45º aniversário do nascimento do email e do renascimento do símbolo arroba (@).

Gostou deste artigo? Se tiver alguma sugestão ou comentário, utilize a ferramenta de comentários desta página. Caso ainda não seja subscritor da newsletter da Markedu, pode fazê-lo aqui.

Partilhe o artigo com os seus amigos e colegas nas redes sociais

By |2016-12-14T16:39:37+00:00Março 21st, 2016|Email Marketing|

About the Author:

Como jornalista especializou-se em TI e Gestão, tendo escrito em diversas publicações desde o ano 2000. Foi correspondente do JN e da TSF em Paris.

Leave A Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.